Uma Arvore de Natal diferente do habitual

Eu a-d-o-r-o o Natal.

Sei que está na moda não gostar nada, mas sou assumidamente démodé.

No entanto, contra todas as expectativas, este ano não estava com vontade absolutamente nenhuma de montar a árvore de Natal habitual (que por estes lados é rosa choque, como não podia deixar de ser…).
Imagem cortesia destes senhores



Como ando em modo epifanias, típicas desta altura do ano, e como o tema da gratidão é recorrente na pesquisa sobre a felicidade (um dos meus assuntos preferidos), na semana passada tive mais uma revelação sobre o que iria
fazer as vezes de árvore de Natal este ano.

No solarengo sábado com que fomos presenteados, fui dar uma volta mais o maridão pelos arredores do Sr. de Matosinhos e encontramos o ramo ideal
(sim, ramo).

Foi batido (o ramo, não o marido) contra um poste até lhe caírem as agulhas todas.

Chegado a casa foi “enterrado” num banco do Ikea, sem tampa e cheio de berlindes (haja criatividade no uso dos recursos que existem!).

A decoração limita-se a dois elementos: um passivo e um activo.

O passivo são as luzinhas compradas na Primark o ano passado.

O activo são as folhinhas quadradas de várias cores, que vamos preenchendo com mensagens positivas e de agradecimento pelas coisas que temos.
Umas mais sérias que outras.
A animação desta árvore é que todos os dias dá para ir espreitar, à procura de mensagens novas e pelo caminho, lêem-se as antigas.

E é assim que se faz uma Árvore da Gratidão.
É assim também que se faz um Natal com mais sentido e se traz o amor e carinho cá para fora, para onde todos o possam ver.

Parece que a festa afinal, não tem só a ver com o “consumismo”, como a malta gosta de se queixar por aí.

É só querer e fazer por isso.

Feliz Natal!

6 comentários:

  1. Linda <3 Adoro (a criatividade, o ênfase à gratidão e a forma como se renomeia valores de uma forma tão especial)! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Isabel! :) Um Bom Natal!

      Eliminar
  2. Teresa, adorei a ideia (o que pode ter a ver ou não com o facto de eu gostar bastante de post-its...). Assim podes dizer que esta é verdadeiramente a *tua* árvore :) obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isabel (as Isabeis dominam os comentários :))
      Fico muito contente por teres gostado! Eu também tenho uma queda por post its (até os meus cartões de visita o são!)
      E muito obrigada pelo teu comentário!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Obrigada Sandra ;) Um Feliz Natal!

      Eliminar