Networking para tímidos: Q&A

Hoje respondo a uma questão da Fernanda que me chegou via e-mail há muito tempo atrás, perguntando como uma pessoa tímida pode praticar networking. Partilho também o que me ajudou a superar a minha timidez crónica, que me acompanhou durante os primeiros 16 anos de vida...
Photo Credit: Lili Vieira de Carvalho via Compfight cc


A Fernanda escreveu:

"Estive no Workshop da "Cidade das Profissões", referente à "Descoberta e Comunicação da Marca Pessoal". Queria aproveitar para lhe fazer uma questão, que não tive a oportunidade de fazer nesse dia; 
Que posso fazer para desenvolver melhor a minha comunicação, já que tenho um problema em falar em público? Ao falar com pessoas que não conheço fico muito nervosa e bloqueio. Há algum tipo de exercício que possa desenvolver ou alguma actividade que me pudesse recomendar? 
Sinto que este meu problema para comunicar possa ser entrave para desenvolver melhor minha marca pessoal.  
Ficava muito agradecida."

Ora bem, Fernanda, a Internet está minada de artigos e regras sobre como "networkar" da melhor maneira. Como toda a informação cibernética deve ser filtrada, vou partilhar algumas coisas que me chamaram a atenção e conseguiram ficar no meu filtro.

Antes demais, aconselho a dar uma vista de olhos a este artigo com algumas dicas para um networking brilhante, que foram partilhadas num congresso internacional de personal branding a que assisti.

Descobri também este artigo How to network: 12 tips for shy people, das quais vale a pena destacar:

  • Sorrir (um sorriso consegue melhores reacções que uma carranca)
  • Fazer perguntas (quem é que não gosta de falar sobre si ou de se sentir útil?)
  • Ouvir (a sério em vez de estar só à espera da nossa vez de falar)
  • Ultrapassar o medo da rejeição (é difícil, mas um não é só um não, nada mais.)


Finalmente, gostaria de partilhar as dicas da minha experiência pessoal. Quem me conhece agora não adivinha, mas desde pequena até aos 16 anos (mais ou menos), eu sofria de timidez crónica, o que prejudicou bastante os meus relacionamentos sociais.

Quando me apercebi deste "mal" tomei a decisão consciente de o ultrapassar. Não foi um caminho fácil, tornado ainda mais complicado por esse periodo fantástico que é a adolescência (notem o sarcasmo, s.f.f.).

No entanto, o esforço valeu a pena e, apesar de ainda haver alguns resquícios dessa personalidade tímida, com medo de rejeição, posso dizer que consegui ultrapassar a timidez e colher muitos benefícios com esta conquista!

Da minha experiência, posso dizer o seguinte:

1. Abordar alguém é sempre desconfortável...
porque nunca sabemos qual a reação que vamos receber. No entanto, na maioria das vezes a outra pessoa fica bastante contente - e até aliviada - por alguém se ter disponibilizado a abordá-la.
Eu confesso que adoro que as pessoas venham falar comigo no final dos workshops/conferências! Gostava que mais gente o fizesse! 

2. Não se esqueça que do outro lado está também um ser humano... 
que gosta de falar com os outros e que principalmente, gosta de falar de si próprio. Todos gostamos! Pratique a escuta ativa:
- preste muita atenção ao que o outro diz,
- faça perguntas para que o outro possa desenvolver mais o assunto.
- Ouça o dobro do que fala! (esta é a justificação metafísica para o facto de termos 2 orelhas e só 1 boca)

Muitas vezes estamos apenas à espera da nossa vez para falar, ou lembramo-nos de alguma história e interrompemos o outro, porque não queremos deixar passar a oportunidade.
Se colocar o outro no centro da sua atenção, ouvindo mesmo o que lhe está a contar e interessando-se pelo que ele lhe diz, garanto que poucas serão as vezes em que ficará sem assunto de conversa.

3. Não tenha receio de encontrar uma pessoa mal disposta ou rude.... 
Tenha consciência que a sua abordagem foi feita com a melhor das intenções e que o mau-humor do outro lado, tem com certeza, origem noutro problema qualquer e não na sua abordagem. Afinal, todos temos os nossos dias NÃO!

E vocês meus amados leitores, como lidam com estas situações de networking? Como ultrapassam a timidez? Ou não sofrem desse mal? Contem-me tudo nos comentários!

Gostaram desta resposta? Então, partilhem-na no Facebook e no Twitter!
Obrigada!


2 comentários:

  1. Excelente artigo, não pude deixar de comentar! Parabéns! Infelizmente passo por esse problema da timidez! Suas dicas foram ótimas!.
    Att.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo seu comentário! Adoramos receber feedback dos nossos leitores, principalmente quando é assim tão positivo :) Esperamos que as dicas o ajudem a ultrapassar a sua timidez.

      Eliminar