Moda, marca pessoal, estilo e estranhos

A moda e o "estilo", este conceito meio abstracto, fazem parte das nossas vidas, quer queiramos quer não. Todas as escolhas que fazemos em termos do que vestimos e do que nos recusamos a vestir, têm uma explicação, ou pelo menos um contexto, por trás.

De acordo com um estudo sobre comunicação, 55% do significado que transmitimos nas nossas interacções é através do nosso exterior: da nossa linguagem corporal, dos gestos que usamos, das expressões faciais e também da roupa que escolhemos.

E se durante um dia, usassemos a roupa de um estranho?


A personalidade não é a primeira coisa que os outros vêm

Para estimular esta reflexão sobre estilo, dou-vos a conhecer uma série/documentário que existe no YouTube chamada "Second Skin", na qual duas pessoas, normalmente mulheres, que não se conhecem, com estilos muito próprios e muito marcados, trocam de roupa durante 1 dia.

Esta mudança que parece nada de extraordinário, dá origem a reacções fantásticas, surpreendentes, dramáticas em alguns casos, e sempre curiosas de se ver.

Epic style jorney - Fashion experiment

O que acontece então nesta "experiência de moda"?

1º Qual é o meu estilo?
Os episódios começam com cada uma das "cobaias" a explicar o seu estilo: em que consiste e como é que ele surgiu.

Muitas vezes é uma expressão da sua personalidade, mas noutras vezes surge como uma reacção a "traumas" que aconteceram nas suas vidas (por exemplo, no mesmo episódio em que as duas estranhas são raparigas tamanho XL, a mãe de uma delas tinha imensa auto-confiança e ensinou a filha a não dar demasiada importância aos comentários; a mãe da outra rapariga inscreveu-a num programa de perda de peso quando ela andava na primária).


2º Como não é o meu estilo? 
De seguida, as participantes descrevem o que seria o oposto do seu estilo e que tipo de peças se recusariam a usar (saltos altos, calças, saias, pele, ...)


3º A Troca 
Nesta fase do documentário, sempre com o testemunho das câmaras, as raparigas recebam as roupas que vão ter que usar da outra pessoa (e que normalmente incluem coisas que elas tinham dito que nunca usariam #AchasNaFogueira).

As roupas foram escolhidas pela outra pessoa e consistem em conjuntos completos: roupa, sapatos, maquilhagem, jóias, acessórios.

Decide-se nesta altura o que irão usar durante o dia.
O truque é que vão ter que usar tudo da mesma forma que a outra pessoa iria usar - não podem personalizar, nem "interpretar". Não se trata de vestir apenas a roupa de outra pessoa, mas de adoptar o seu estilo completamente.

E aqui começam a surgir as melhores reacções...


4º Como é o outro? 
Baseando-se apenas nas roupas e acessórios que acabou de receber, cada participante descreve como acha que a outra pessoa é e quem acham que é: profissão, maneira de ser...


5º Na rua... 
Depois de se "mascararem" como a outra pessoa, as participantes saem de casa e têm que passar o dia inteiro assim trasnformadas: fazer o que fariam normalmente - ir trabalhar, estar com os amigos, ir a uma festa...

Surgem as reacções dos amigos ao estilo que estão a ver naquela pessoa pela primeira vez. Inicialmente eles não sabem desta experiência e é interessante ver como muitos perguntam "Foi outra pessoa que te vestiu hoje?"

É curiosa a maneira como as roupas mudam as pessoas, como elas se sentem.
Mudam também a maneira como os outros se relacionam com elas, como reagem àquela pessoa. Estranhos e conhecidos.


6º O encontro 
Finalmente, as duas estranhas que trocaram de roupa, conhecem-se pessoalmente. Normalmente acham que o "estilo" que tanta aversão lhes causou, assenta muito bem na outra pessoa.

Confesso que comecei a ver esta série com expectativas muito light, sem esperar nada de extraordinário em termos de conteúdo.

Mas as reacções que as pessoas têm a vestir a pele do outro e principalmente, o modo como umas simples peças de roupa conseguem afectar tanto o dia a dia dos participantes, foi surpreendente. Aconselho vivamente!

Be confident even if you are fully note, because people will notice.
dito pela blogger Nadia Aboulhosn no final do episódio em que participou



E vocês seriam capazes de mudar de roupa/estilo com outra pessoa nem que fosse apenas durante um dia? Porquê? 

Se acharam este post interessante, partilhem no Facebook.

Obrigada!


Sem comentários:

Enviar um comentário