A Sanduíche do Feedback

Escrever um blogue em português pode por vezes parecer um exercício de "falar para o boneco".
O lusitano - pelo menos os do meu círculo - não estão habituados a ver, ler e manifestar-se.
Acontece com frequência e sei que não sou ave rara, não obter qualquer comentário num determinado post e depois, no próximo jantar de família ou encontro de amigos, ter 4 ou 5 pessoas a dizer o quanto gostaram de ler o que escrevi e como aquele assunto lhes lembra algo que aconteceu com eles.

Porque é que o povo não comenta?
De entre as razões que me chegam, algumas são:

- "não sei bem como fazer, que não estou habituada àqueles botões..."
- "não sei bem o que dizer, que tenho medo de escrever alguma coisa estúpida..."
- "apetece-me comentar tudo, mas não quero parecer um stalker..."
- "eu gosto de seguir as coisas em modo undercover: vejo, mas não gosto que saibam que vi..."
- "vi a correr e não deu tempo para comentar..."


Photo Credit: DaveAustria.com via Compfight cc 

O que posso fazer?
Ora bem, quanto ao tempo disponível lamento, mas não tenho horas para dar. Tenho um workshop de gestão de tempo, mas isso também leva tempo.

Quanto ao modo undercover-agente secreto, acho muito bem que o mantenham. Ninguém pode pedir que se abdique de todas as engenhocas curtidas de se ser agente secreto, apenas para ter uns comentários num blogue.

De stalkers gosto. Desde que online, bem educados e pouco choramingas.

Ultrapassar o medo de soar estúpido é um trabalho contínuo e um exercício de coragem, que só se consegue com muita vontade própria. Talvez este vídeo possa servir de inspiração.

Quanto aos botões esquisitos, o post que aí vem a seguir será um passo a passo detalhado de como domar os botões dos comentários no blogger e finalmente, conseguir comentar à vontade, deitando a alma cá para fora (lá dentro).

Finalmente, e justificando o título deste post, sempre que vem à tona o tema do feedback, lembro-me de uma das formações que fiz em Londres antes de arrancar para a Índia. Os anglo-saxónicos, ao contrário dos lusitanos, adoram comentar e estruturar tudo e mais alguma coisa, nomeadamente a forma como se dá feedback. Foi aí que conheci mais uma sanduíche, que transforma em metáfora a forma correcta de se comentar algo:


A Sanduíche do Feedback:



photo credit: MICOLO J Thanx 4 725k+ views via photopin cc


1º começar com algo positivo relativamente ao que se viu, leu, ouviu, ou seja, do que temos que comentar de que é que gostámos?

2º dizer o que é que, na nossa opinião, pode ser melhorado.

3º terminar com uma apreciação geral positiva/optimista do objecto do comentário.

Naturalmente que esta sanduíche nunca foi trincada por nenhum elemento do jurí dos Ídolos e se tivesse sido, talvez sofressem as audiências.

Boa sorte, bom apetite e bons comentários.

Sem comentários:

Enviar um comentário