Resolução de conflitos: as 3 verdades

De vez em quando apanho-me imersa em conflitos.
Conflitozinhos, claro, do dia-a-dia, nada de invasões territoriais de outras nações, nem tiros de espingarda de uma varanda para a outra. Cá o bairro é (relativamente) sossegado.
Mas eu odeio conflitos.
Houve uma altura em que gostava, em que tirava prazer da adrenalina de discutir com outra pessoa, gritar apresentar os argumentos e chegar à unica conclusão possível: a minha.

Hoje perdi esse gosto.
Ainda bem, por um lado, que isto de viver de confusões não deve fazer muito bem à alma.
Ainda mal, por outro, pois os conflitos estão presentes em quase todo o lado e darmo-nos de caras com um é apenas uma questão de tempo.

Tendo abandonado a técnica dos gritos (ainda praticada amplamente um pouco por todo o país), há uma técnica, ou melhor, perspectiva, que me ajuda a manter a calma e o tom de voz baixo, quando me encontro nestas indesejáveis situações. As 3 Verdades.

Acredito piamente (de véu na cabeça, vela acesa e tudo), que para qualquer situação que seja, existem 3 verdades, que podem ser completamente distintas umas das outras:
- a minha
- a da outra pessoa
- o que realmente aconteceu

A palavra chave aqui é verdade: não as encaro como fantasias, ilusões ou epifanias religiosas.
Não se trata de pensar "ok, a outra criatura está completamente alucinada. Deixa-me dar-lhe um desconto."
Trata-se de considerar que a outra pessoa, com o seu ponto de vista radicalmente diferente do nosso, se caso fôr, tem tanta razão como nós.

Esta forma de ver os conflitos ajuda a manter a calma, a ouvir os outros lados e a dialogar para se encontrar uma solução.
Por vezes, acontece também que a única solução é concordar em discordar e não há mais nada a fazer. Nunca disse que a técnica era perfeita!
Também não retira aquele nervoso miudinho que começa na boca do estômago e parece que quer sair pela garganta, sempre que entro na arena do conflito. Para esse ainda não descobri a cura mágica. Mas lá chegaremos.
Agora que esta técnica traz melhor karma, ai isso traz. Ou tem que trazer. Senão vamos ter problemas...

Sem comentários:

Enviar um comentário