A Crise, o Branding e a Diferença

Todos diferentes, todos iguais e em altura de crise económica mais ainda. 
Todos procuramos um emprego (ou um emprego melhor) e as respostas aos anúncios de “Procura-se” publicados nos sites e jornais, recebem uma avalanche de respostas.
Todas iguais.



É nestas circunstâncias que os candidatos têm que aprender a marcar e mostrar a sua diferença. Como?
  1. Identificando o que sabem fazer muito bem;
  2. Construindo uma marca pessoal que incorpore os seus valores, competências, personalidade, ou seja, a sua PVU – Proposta de Valor Única;
  3. Criando uma estratégia de comunicação que passe a mensagem de modo eficaz ao seu público-alvo (já foi tempo de tentar agradar a gregos e troianos);
 O Branding e o Marketing Pessoal são ferramentas cruciais para a descoberta e criação de uma marca genuína, diferente e vencedora!


2 comentários:

  1. Gostei...in timing!! Oportuno, é mesmo no momentos de crise que a nossa marca tem de estar bem afinada para fazer a diferença!!Dai, que as crises não sejam necessáriamente más, antes pelo contrário...aguçam-nos o engenho!! bjs e parabéns!!

    ResponderEliminar
  2. Exactamente Mana Branca! As crises são sempre momentos difíceis, mas há muita gente que vê - e agarra - as oportunidades que surgem. É uma questão de olho e hard work :)

    ResponderEliminar